A vida tá lhe parecendo difícil demais?

16
Qual a sua diferença no mundo?
28 de junho de 2017
Unha
Isso é roubo…
5 de julho de 2017

A vida tá lhe parecendo difícil demais?

pessoas-frustradas-sao-as-mais-agressivas-nas-redes-sociais

Não sei, mas muita gente  que eu tenho conversado  (fora os motivados de plantão) demonstra uma certa chateação com a vida nos últimos tempos.

Analisando todas estas conversas, acredito que o problema é o “tem que”… tem que ser feliz; tem que ter dinheiro; tem que ter um (a) parceiro (a) amoroso (a); tem que trabalhar muito, mas tem que ter qualidade de vida; tem que ser bonita (mulheres); tem que ser magra (mulheres); tem que ser musculoso (homens); tem que ser gostosa (mulheres); tem que estudar para o resto da vida; tem que entender de tecnologia; tem que estar presente em todas as mídias sociais; tem que fazer uma boa viagem pelo menos uma vez por ano; tem que ser família de propaganda de margarina; tem que…tem que…tem que…

Será que “tem que” mesmo?

Será que não estamos preocupando e vigiando demais a vida alheia e com isso, nos fazendo cobranças exacerbadas também?

Quem me conhece bem, sabe que eu procuro pelo equilíbrio em todos os campos da vida. Porém, este equilíbrio é difícil de sustentar pra nós mesmos, uma vez que o equilíbrio em tudo, nos tira a abundância em qualquer campo e hoje, as pessoas valorizam demais a “abundância”. Como assim, Marcela? Eu lhe explico…

Se eu depositar toda a minha energia no campo profissional, provavelmente eu serei bem-sucedido ao julgamento dos outros, porém, muito provavelmente também, eu estarei deixando vários outros campos descobertos, como os campos familiar e espiritual, por exemplo. Se eu me dedico demais à família, eu posso me tornar uma super mãe e esposa, mas posso estar deixando de lado a minha própria vida e os meus anseios em relação ao trabalho e a outros campos

Entendeu?

Ter muito sucesso em um campo da vida, requer dedicação única e extrema a este campo. Entretanto, como disse anteriormente, a vida é feita de vários campos e a abundância em um campo, gera “carência” nos demais.  Eu escolhi o equilíbrio entre todos e este é exatamente o meu sucesso ao meu ver, mas aos olhos dos outros o não ser uma “super…qualquer coisa”, pode não representar o “glamour” exigido pela sociedade.

Então, vejamos…quem é a sociedade?

A sociedade somos nós…e nós estamos adoecendo para atender os anseios e expectativas de sucesso do outro e o outro sou eu, é você, é quem está sofrendo pelo mesmo motivo…

Acooooorda gente!!! Pare de querer agradar o outro e agrade à você. Elimine o “tem que…” de sua vida e seja mais leve e mais feliz. Sucesso!!! rs

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *