atendimento ruim

Aconteceu comigo, veja se já aconteceu com você também.

Na sexta-feira passada fui a uma lanchonete em um shopping de Belo Horizonte com o meu filho, enquanto esperávamos começar a apresentação de jazz das minhas outras filhas.

Sentamos e fomos muito bem atendidos por uma moça com um sorriso no rosto e uma carinha muito boa. Meu filho pediu um sanduíche apimentado e ela nos orientou sobre a pimenta, mas era o que o meu filho realmente queria.

Pouco tempo depois, minha mãe se juntou a nós e logo o nosso lanche chegou. A moça que trouxe o lanche era outra e esta não tinha uma “cara” tão agradável, apesar de muito bonita. Como um sorriso no rosto e boa vontade faz a diferença!

Comemos, conversamos, nos divertimos e depois pedi a conta.

Ao chegar a conta meu coração até doeu, já sabia que ali era um lugar mais caro, aquele valor era esperado, mas mesmo assim resolvi fazer algo que erroneamente geralmente não faço e conferi a conta. A atendente fechou a cara porque eu resolvi conferir e logo quis me tomar a conta dizendo que era por causa dos 10%, demonstrando não ter gostado nada do que eu fiz. No momento, inclusive, me senti mal por ter conferido e fui embora. Como disse, não é um hábito, mas vai passar a ser. Aqui no Brasil, a gente tem vergonha de fazer o que é o certo, às vezes.

Saindo da lanchonete e do shopping rumo ao colégio onde minhas filhas iriam apresentar, comecei a fazer a calcular e percebi que realmente a tal conta estava errada…pouco, apenas 0,49 centavos, mas estava. Será que fazem sempre isso? Com todos? Isso não é indevido?

A lição que fica é que nós, brasileiros, precisamos parar com essa bobeira de não conferir contas, como se isso fosse algo indigno, pequeno. Infelizmente, a cultura brasileira não é das mais honestas e podemos estar perdendo algumas centenas e até milhares de dinheiro ao longo da nossa vida por conta de má fé de terceiros.

Comente aí, você confere contas de celulares, de banco, restaurantes e outros?

 

 

10 de julho de 2017
moedas-de-real

0,49 centavos…

Aconteceu comigo, veja se já aconteceu com você também.
14 de junho de 2017
LOJA-destaque-1280-x-500px

O horror da prestação de serviços

A prestação de serviços no Brasil ainda está nas mãos do bom senso de cada um, ou seja, um horror.